"Ninguém educa ninguém. ninguem educa
a si mesmo, os homens se educam entre si,
mediatizadas pelo mundo."
Paulo Freire

01/02/2018 10:28 - ACP saúda professores no retorno às atividades escolares

Após o período de férias, chegou a hora dos professores retornarem ao trabalho. Nesta quinta-feira (01/02), as escolas da REME recebem os educadores para a lotação e preparação do reinício das aulas com os alunos, que acontece no próximo dia 06.

Uma prática já consolidada no sindicato, a diretoria da ACP visita as escolas no retorno do ano escolar, para incentivar os professores e dialogar sobre as pautas sindicais com a categoria.

“Queremos desejar a todos um ótimo retorno, um excelente 2018, de muito trabalho, mas que este trabalho possa acontecer em boas condições, com a valorização merecida aos profissionais da educação, escolas contando com a estrutura necessária e alunos recebendo o apoio básico para a garantia do acesso, permanência e evolução na aprendizagem. Nós vamos continuar resistindo e na luta por dias melhores”, afirma o presidente da ACP, Lucílio Souza Nobre.

A vice-presidente do sindicato, Zélia Aguiar, faz uma saudação especial aos colegas que iniciam este ano letivo como novos integrantes da carreira do magistério. “Sejam bem-vindos os novos professores concursados, que sintam-se realizados no desenvolvimento de seu trabalho e juntem-se a nós na luta pela educação pública e os direitos dos trabalhadores”, cumprimentou Zélia.

Em 2018, a categoria terá importantes lutas, entre elas a efetivação da gestão democrática na REME, com eleições diretas para diretores escolares; a sequência da implantação do Piso 20h, o debate sobre a previdência municipal e a reforma da previdência nacional.

Rede Estadual

O início de fevereiro também marca o retorno às aulas na Rede Estadual de Ensino (REE). Dia 1º inicia o processo de lotação, no dia 06, os professores se reúnem para a jornada pedagógica e, no dia 15, começam as aulas com os alunos.

Assim como na REME, a categoria tem sérios desafios para enfrentar na REE. A política salarial do Piso 20h também ainda precisa avançar para fazer cumprir a lei e a valorização profissional. Outras questões como a terceirização do magistério precisarão ser enfrentadas e debatidas no cenário da educação pública em 2018.

“Desejamos que a categoria esteja forte, atenta, tanto para desenvolver nosso trabalho no ato de lecionar, quanto para seguir na luta em defesa dos direitos. Sempre lembrando que o sindicato está de portas abertas para atender os filiados, podem contar conosco, até porque nossa luta não para”, finaliza Lucílio Nobre.

Assessoria ACP