"Ninguém educa ninguém. ninguem educa
a si mesmo, os homens se educam entre si,
mediatizadas pelo mundo."
Paulo Freire

11/07/2018 17:48 - Conselho de Presidentes(as) delibera ações para mobilização dos(as) Administrativos entre outras pautas

Foi realizado hoje, dia 11 de julho, na sede da FETEMS (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul), o Conselho de Presidentes(as) com a presença da Diretoria Executiva da FETEMS, Vice-Presidentes(as) Regionais, Delegados(as) de Base da CNTE e Presidentes dos SIMTED’s. 
 
O Conselho foi conduzido pela Presidenta em exercício da FETEMS, Sueli Veiga onde foi debatido as seguintes pautas:
• Encaminhamento para mobilização sobre a Incorporação do Abono dos(as) Administrativos
• Indenizações de 1/3 de hora atividade,
• Diferença de interstício;
• Projeto de Previdência complementar;
• Concurso Público para os(as) Profissionais em Educação de MS;
• Eleição de Diretores(as);
• PGDI e Avaliação de Desempenho Individual (ADI);
• Início das obras da nova sede da FETEMS,
• Cursos de Formação Sindical;
• Coletivo das Mulheres/Encontro dos Aposentados e
• Curso Tecnológico para os(as) administrativos.
 
A Presidenta em exercício da FETEMS, Sueli Veiga elogiou a atuação da Direção, dos Vice-Regionais, e de cada SIMTED's que se empenharam em envolver e garantir a participação dos(as) Trabalhadores(as) Administrativos em Educação nos atos na Assembleia Legislativa. 
"Foi uma demonstração de força e unidade para cobrar os nossos direitos, como já fizemos este ano, com a greve histórica no mês de abril. Infelizmente, mais uma vez o Governo não cumpriu com o que foi acordado. Mas a direção da FETEMS reafirma o compromisso em defesa dos trabalhadores administrativos e vai continuar lutando para garantir seus direitos", pontuou a Presidenta em exercício, Sueli Veiga. 
 
Concurso Público
Com relação ao Concurso Público para os(as) Profissionais em Educação, o Processo de elaboração do Edital está sendo discutido na Secretaria Estadual de Educação, que apresentou uma nova proposta incluindo a avaliação psicotécnica e uma investigação social. O Governo está prevendo a alteração da Lei nº. 087 que não contempla tal procedimento. 
"Nós, da direção da FETEMS somos contrários a proposta de alteração da lei e concorda com o que está previsto na atual legislação, que seria com Prova escrita, Redação e Prova de títulos e exame médico na posse do candidato aprovado", disse a Presidenta em exercício da FETEMS Sueli Veiga.
 
PGDI (Plano de Gestão de Desenvolvimento Individual) x ADI (Avaliação de Desempenho de Desempenho Individual)
A respeito da Avaliação de Desempenho de Desempenho Individual (ADI) e do Plano de Gestão de Desenvolvimento Individual (PGDI), a FETEMS está recebendo diversas críticas quanto aos critérios que estão sendo adotados pelo Governo. Todos(as) os(as) servidores(as) públicos civis, efetivos e comissionados, gerentes ou não devem ter seus PGDIs.
 
“Entendemos que quem habilita os profissionais em Educação não é a Avaliação e sim Concurso Público! Não vamos aceitar ‘Avaliações’ de portas fechadas descriminalizando os(as) trabalhadores(as). É importante deixar claro, que não somos contra a Avaliação, desde que essa seja no Sistema do Estado Educacional até as salas de aula, que faltam estruturas como: ventiladores, carteiras, materiais básicos, entre outros. Aceitamos a Avaliação em conjunto. A prática de meritocracia, não aceitamos!”, afirma a Presidenta em exercício da FETEMS, Sueli Veiga.

Assessoria