Diretor da Fetems destaca piso pago a professores de MS, mas cobra ações para valorizar a profissão

Professores da rede estadual de Mato Grosso do Sul comemoraram neste mês o cumprimento de acordo, por parte do governo do Estado, visando à valorização salarial da categoria, com a concessão do reajuste de 5,92%. “Mato Grosso do Sul, há alguns anos, no começo deste século, era o 18º salário do país. Hoje somos o melhor piso”, lembra o diretor-financeiro da Fetems (Federação dos Trabalhadores na Educação de Mato Grosso do Sul), Jaime Teixeira.

Ex-presidente da instituição, ele reforça que o reajuste faz parte de uma política de salários a ser implementada em médio prazo, visando a aplicação do piso nacional da categoria para 20 horas semanais.

Teixeira também afirma que a resistência à aplicação da norma salarial, vem caindo nos municípios do Estado, mas que as melhorias para a categoria vão além do ganho nominal. No momento, por exemplo, ele cita questões como a PEC (Proposta de Emenda Constitucional 241), que ameaça congelar salários, e possíveis mudanças nas aposentadorias para o magistério.

Ele alerta para a necessidade de se tornar a carreira interessante. “Nosso objetivo é resgatar o

valor do professor na sociedade”, disse.

Leia a entrevista completa AQUI

Por Mauro Silva - Jornal O Estado

VEJA TAMBÉM

MUNICIPAL

Prefeitura prorroga prazo...

Já os alunos novos deverão fazer a pré-matrícula a partir de 1º de dezembro...

NACIONAL

FETEMS participa de ato e...

A FETEMS (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul) par...

ESTADUAL

FETEMS é contra o fecham...

FETEMS é contra o fechamento de escolas nos municípios de Mato Grosso do Sul