Presidente da FETEMS, Jaime Teixeira participa da Audiência Pública sobre o orçamento público e a função social da UEMS

O presidente da FETEMS (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul), Jaime Teixeira participou dia 30 de outubro, da Audiência Pública "Todos em Defesa da UEMS - Orçamento Público e Função Social", promovida pelo Deputado Estadual Pedro Kemp (PT) e a ADUEMS (Associação dos Docentes da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul).
 
Durante a Audiência Pública foi discutido sobre os recursos previstos para a UEMS em 2018, que são insuficientes. O Governo do Estado definiu o repasse R$ 207 milhões de recursos, mas de acordo com o diretor de relações sindicais da ADUEMS, Esmael Almeida Machado, são necessários R$ 251 milhões para o pleno funcionamento da Universidade.
 
“Somos um estado jovem e a UEMS faz parte desta história. A universidade veio preencher uma lacuna fundamental para sociedade sul-mato-grossense. Defendemos a Escola e as redes municipais e estaduais de educação básica. Hoje temos mais 95% de professores habilitados graças ao trabalho da UEMS. Estamos na luta para mais verba, porque um orçamento melhor significa mais educação para todos nós”, ressaltou o presidente da FETEMS, Jaime Teixeira.
 
Hoje, são 10 mil alunos distribuídos nas 15 unidades. São 66 cursos de graduação, 22 especializações, 14 cursos de mestrado e 2 de doutorado. As universidades têm um gasto de 85% do seu orçamento com folha de pagamento (R$ 151 milhões) e um gasto de R$ 9 milhões com financiamento. Sobram R$ 47 milhões para custear as 15 unidades da universidade.
 
A Audiência Pública contou com três apresentações culturais. Dentre elas: Alguimar Amâncio da Silva, que encenou Zumbi dos Palmares, o grupo de dança Terena, de Sidrolândia-MS e acadêmicos de vários cursos com a atuação ‘Muros’.
 
Estiveram presentes na Audiência Pública: o presidente da FETEMS, Jaime Teixeira; a Secretária Geral da FETEMS, Ana Maria Oliveira; a Secretária de Saúde dos Trabalhadores em Educação da FETEMS, Iara Gutierrez Cuellar; o ex-reitor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFGRS), Divo Ristoff; o presidente da Associação Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (ANDES), Alexandre Galvão; o presidente da Associação dos Docentes da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), Esmael Almeida Machado; o Secretário de Estado de Fazenda de MS, Marcio Monteiro; a coordenadora do Diretório Central dos Estudantes da UEMS/DCE, Olga Cristina Carneiro de Andrade; os deputados Estaduais, Pedro Kemp (PT), Renato Câmara (PMDB), Paulo Siufi (PMDB) e Amarildo Cruz (PT).
.
 
Encaminhamentos
 
Pedro Kemp informou que será feito um relatório com todas as propostas levantadas no debate uma proposta de negociação com o Governo do Estado para elevar o orçamento para R$ 251 milhões que são necessários, além de constar no relatório propostas que foram apresentadas ao longo dos trabalhos da tarde, como realização de concurso público para professores, programa de permanência para os cotistas, que a política não seja só de inserção”, explicou.
 
 
Campus da UEMS
 
As cidades que possuem campus instalados da UEMS são: Amambai, Aquidauana, Campo Grande, Cassilândia, Coxim, Dourados, Glória de Dourados, Ivinhema, Jardim, Maracaju, Mundo Novo, Nova Andradina, Paranaíba e Ponta Porã.
 
 

Assessoria

VEJA TAMBÉM

ESTADUAL

FETEMS é contra o fecham...

FETEMS é contra o fechamento de escolas nos municípios de Mato Grosso do Sul

MUNICIPAL

SINTED de Três Lagoas/Se...

SINTED de Três Lagoas/Selvíria-MS realiza palestra com o tema "Escola Sem...

NACIONAL

“Ubuntu - ‘eu sou porqu...

Para a CNTE, é importante reforçar a ideia de que somos uma teia de relacionam...