"Ninguém educa ninguém. ninguem educa
a si mesmo, os homens se educam entre si,
mediatizadas pelo mundo."
Paulo Freire

07/11/2018 14:08 - Profissionais da educação reelegem Lucílio Nobre para a presidência da nova gestão da ACP

Na eleição desta terça-feira (06), a categoria referendou o novo mandato. Nos próximos quatro anos, o sindicato será gerido por diretoria com 60% de mulheres

Lucílio Nobre e Zélia Aguiar foram reeleitos para dirigir o Sindicato Campo-grandense dos Profissionais da Educação Pública – ACP pelos próximos quatro anos. As eleições para Diretoria Executiva e Conselho Fiscal aconteceram nesta terça-feira (06), das 8h às 19h, na sede da instituição.
Os profissionais da educação votaram na chapa 1 ACP Unida, presidida por Lucílio, com a vice-presidente de Zélia. 724 filiados votaram no pleito de 2018. Desses, 715 votos foram para a chapa 1 e 09 votaram em branco ou nulo.
“Tivemos um dia muito importante. A eleição da ACP reafirma nossa união e fortalece nossa luta. Esse é um momento especial e muito significativo para a categoria. Vemos que os colegas aprovam nosso trabalho e creditam sua confiança nessa nova gestão”, pontua a vice-presidente reeleita da ACP, Zélia Aguiar.
A dirigente ressalta ainda a participação feminina na liderança da ACP. “Nós sempre somos maioria nas lutas, nas ruas e na defesa dos nossos direitos. É importante aumentar nossa representatividade na liderança sindical, pois reforçamos não só nosso papel como educadoras, mas também na defesa dos direitos da mulher trabalhadora”, destaca a professora Zélia.
Dia de votação
Ao longo do dia, muitos filiados estiveram na sede da ACP para depositar seu voto e legitimar a escolha da direção sindical. “O pleito eleitoral do sindicato é sempre muito importante para a categoria. Desde o início da minha filiação, eu vejo que a ACP tem uma representatividade muito boa e sempre luta por nossos direitos. Então, nós também temos que participar. Na escola, nos fizemos toda a sensibilização dos colegas para votar, porque o sindicato só é forte se o trabalhador estiver presente e fazer valer suas vontades”, afirma a professora Maria Aparecida Martins Zuza.
O aumento da presença feminina na direção sindical também a motivou nessa eleição. “Eu trabalhei o dia inteiro, saí agora da escola e fiz questão de vir votar porque essa chapa é composta em sua maioria de mulheres. Eu espero que, com esse olhar feminino, a gente tenha ainda mais força e representatividade”, ressalta a professora.
O exercício da democracia teve seus momentos simbólicos na eleição da ACP. Presente das 10h às 16h, a ex-presidente do sindicato e figura histórica da ACP, Nelly Elias Bacha, 77 anos, fez questão de ressaltar a importância da entidade e da eleição.
“Parabéns e muito obrigada, mesários e componentes da chapa! O trabalho de vocês serve para alicerçar o grande edifício da democracia. Que começa aqui embaixo e vai se erguendo até a democracia nacional”, declarou Nelly, após depositar seu voto na urna.
A professora ainda fez um emocionante apelo aos colegas de profissão. “Lembrem-se! Isso aqui (ACP) começou muito pequeno, mas hoje, graças à garra de gente como vocês, nós somos o maior sindicato dessa cidade e desse Estado. Nós fazemos governos tremer na base. Portanto, continuem nessa garra! Eu já não tenho mais forças. Mas vocês estão aqui para aguentar o rojão e, enfim, chegarmos onde queremos: um país justo, soberano e dominado por todos nós”, incentivou Nelly.
Para o presidente reeleito da ACP, a eleição é o grande momento de legitimar a representatividade do sindicato. “Temos pela frente, difíceis lutas em defesa da educação pública e dos trabalhadores. O comparecimento dos filiados às urnas fortalece a instituição e reafirma a história de 66 anos de lutas da ACP. A votação dos filiados confere representatividade à diretoria, no momento de negociar e reivindicar direitos”, avalia Nobre.
Ele finaliza comemorando a participação dos filiados. “Nós agradecemos a confiança que a categoria, mais uma vez, deposita nesse grupo. Agora, nossa responsabilidade é trabalhar ainda mais para conquistar avanços aos profissionais e à educação pública. Seguimos unidos na luta”.
A posse da nova diretoria está marcada para o dia 14 de dezembro, às 19h, no Clube de Campo da entidade.

Assessoria ACP